Quando falamos em educação, quem são suas maiores inspirações?

Ano passado fizemos uma lista com 10 personalidades que educadores precisam seguir nas redes sociais; o texto, dividido em duas partes, trouxe grandes nomes conhecidos pela influência importante na área.

Dado o enorme sucesso da lista resolvemos reunir mais uma vez 7 personalidades para ficar de olho agora em 2016. São educadores, escritores e palestrantes com atuação significante nas redes e mídias sociais e que acabam impactando positivamente profissionais da educação.

Para os educadores eles servem de inspiração e fonte de conhecimento, fomentando a discussão de temas importantes e contribuindo para o enriquecimento pedagógico.

Celso Antunes

maxresdefault

 

Mestre em Ciências Humanas, Consultor Educacional do Canal Futura e Sócio Fundador do “Todos pela Educação”, Celso Antunes é autor de mais de 180 livros didáticos e cerca de 100 livros sobre temas de educação com obras traduzidas em diversos países.

Seu entusiasmo na área o tornou também um grande palestrante: Celso já ministrou palestras em todos os estados do país em mais de 500 municípios e também pela América Latina e Europa.

Por que seguir?

Celso Antunes é um educador brasileiro de referência. Em seu blog, diversos textos abordam temas atuais e cotidianos a qualquer professor ou gestor educacional. Didático, sua linguagem simples, mas objetiva, dialoga com o leitor, questiona e reflete sobre o papel do educador, dos pais, da escola e do aluno frente aos desafios atuais.

Educação infantil, desenvolvimento de competências e estímulo de inteligências são alguns dos motes discutidos, tanto por meio dos seus textos, quanto em suas palestras. Sua vasta experiência na educação, aliada a uma sede constante por conhecimento, é refletida em suas obras. O conteúdo é ricamente pedagógico e extremamente elogiado pelo público.

Frequentemente Celso publica  na sua página do Facebook citações, opiniões e atualizações do seu blog.

Geraldo Peçanha

0000000100631460754651038813

 

Geraldo Peçanha atua como escritor de livros infantis e pedagógicos para pais e educadores, além de livros de autoconhecimento, possuindo mais de 40 obras já publicadas.

Graduado em Educação pela Universidade Estadual Paulista e Doutor em Teoria Literária pela Universidade Federal de Santa Catarina, Geraldo já foi professor de educação infantil, das séries iniciais, do ensino médio e da UFPR.

Hoje em dia, é coordenador de Pós-Graduação do Grupo UNINTER, consultor de Redes de Ensino Municipais e Estaduais, bem como de Sistemas de Ensino Privados. Também é palestrante em todo o Brasil e publica artigos em jornais e revistas da área educacional desde 1998.

Por que seguir?

Geraldo tem uma ampla bagagem em educação, dada sua experiência de ensino desde o Ensino infantil até o Ensino Superior. Sua primeira experiência em sala de aula até hoje tem forte impacto em sua obra: a maior parte dos seu livros aborda temáticas na pré-escola.

Suas publicações e palestras carregam consigo ainda a experiência vivida como professor em Moçambique no desenvolvimento de um programa de avaliação em leitura e escrita, aplicado à realidade local.

“Sequência didática na educação infantil”, “Emoção na sala de aula” e “Métodos de avaliação mais pertinentes em cada idade e série” são algumas das palestras que podem ser solicitadas ao Peçanha; para conferir todas, basta visitar seu site ou acompanhar sua agenda através de sua página no Facebook.

Mário Sergio Cortella

Graduado em Filosofia e Mestre e Doutor em Educação pela PUC-SP, o último sob orientação do Prof. Dr. Paulo Freire, Mario Cortella foi Secretário Municipal de Educação de São Paulo (1991-1992), tendo antes sido Assessor Especial e Chefe de Gabinete de Paulo Freire.

Atualmente é autor de diversos livros nas áreas de educação, filosofia, teologia e motivação e carreira, Professor Titular do Departamento de educação da PUC-SP e comentarista da CBN. Cortella atua ainda na Ferraz Cortella Palestras, na qual é integrante e participa como palestrante de temas educacionais e corporativos.

Por que seguir?

Mário tem uma formação bastante singular, inclusive tendo experimentado a vida monástica em um convento da Ordem Carmelitana Descalça antes da graduação.

Some-se a isso a orientação de Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira e um dos pensadores mais notáveis na história da Pedagogia mundial, Cortella tornou-se um professor e filósofo renomado, cujas obras e palestras são bastante aclamadas pelo público.

Entre seus livros, Filosofia e Ensino Médio: certas razões, alguns senões, uma proposta, Escola e Preconceito: Docência, Discência e Decência e O Que A Vida Me Ensinou e Mario Sergio Cortella – Viver Em Paz Para Morrer. No seu Facebook é possível acompanhar seus comentários na CBN, o lançamento de suas obras, bem como links para textos e entrevistas publicados.

José Pacheco

Fonte: Alexandre Mazzo

Foto: Alexandre Mazzo

Educador, pedagogo e pedagogista português, José Pacheco é mestre em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Especialista em leitura e escrita, ele é o idealizador-fundador da Escola da Ponte, colégio que rompeu com as metodologias tradicionais e há 40 anos realiza um projeto educativo sem provas, salas de aula, séries ou disciplinas.

José Pacheco é também escritor e grande defensor da gestão democrática na Educação, modelo defendido tanto em seus artigos e obras, quanto na escola em que é fundador.

Por que seguir?

Há muito tem se questionado os modelos tradicionais de educação, replicados e utilizados há mais de 200 anos. Pacheco defende uma estrutura escolar que promove autonomia e independência aos alunos, contribuindo para uma aprendizagem mais adaptativa e que respeita as formas individuais de aprendizagem.

Na Escola da Ponte, projetos de pesquisa são desenvolvidos por alunos que se agrupam de acordo com os interesses comuns. Há também os estudos individuais, que depois são compartilhados com os colegas. Durante todo o processo os estudantes podem recorrer a qualquer professor para tirar possíveis dúvidas.

O modelo de escola criado por ele virou referência mundial e é um exemplo inigualável que alternativas viáveis de ensino existem e funcionam, só precisam ser estudadas e estruturadas adequadamente.

Dado o sucesso de sua implementação, desde 2011 o modelo está sendo replicado em Cotia, São Paulo. no Projeto Âncora , com o apoio direto de Pacheco. No seu Facebook é possível acompanhar as ações implementadas, entrevistas e sua agenda de palestras e eventos.

Andrea Ramal

Foto: Freelancer / Pedro Teixeira

Foto: Freelancer / Pedro Teixeira

Educadora e escritora, Andrea é Doutora em Educação pela PUC-Rio, universidade em que atualmente leciona e é membro do Conselho de Desenvolvimento. Sua experiência em educação é vasta: professora há mais de 20 anos, Ramal atuou desde a alfabetização ao ensino médio, incluindo no ensino de jovens e adultos.

Ramal é também uma das fundadoras da consultoria ID Projetos Educacionais e dirige no Grupo GEN o Núcleo de Soluções Educacionais Digitais, produzindo materiais multimídia para o ensino acadêmico, técnico e científico.

Hoje em dia, é colunista na Rádio Jovem Pan, no G1 Educação e Consultora da Rede Globo, onde comenta sobre o tema no programa Encontro com Fátima Bernardes. Além disso, também ministra palestras e realiza consultorias na área.

Por que seguir?

Andrea Ramal é presença constante em mídias online e offline discutindo e comentando educação em veículos diversos como rádio, tv e sites, sempre de maneira atual e enriquecedora.

Ela é grande defensora da sinergia entre escolas e pais, tema de grande parte dos seus textos, bem como de suas obras publicadas. Além disso, também é entusiasta da inovação em sala de aula, pelo bom uso de aparelhos eletrônicos e novas tecnologias.

Andrea é a favor, ainda, da democratização do ensino e por isso defende a autonomia intelectual e valorização e qualificação dos professores. Semanalmente é possível acompanha-la pelos seus textos na blog do G1, divulgados também em sua página no Facebook.

Andrea também é presença ativa na Rádio Jovem Pan, no Twitter e no Instagram.

Leo Fraiman

leo-fraiman

 

Fraiman é mestre em Psicologia Escolar pela USP, psicoterapeuta, palestrante e escritor – seu título mais conhecido é o livro “Como Ensinar Bem”. Também é autor da metodologia OPEE (Orientação Profissional, Empregabilidade e Empreendedorismo), que visa empregar o empreendedorismo em sala de aula.

A metodologia visa estimular a autonomia e o autoconhecimento, o trabalho em equipe, a pesquisa e a aprendizagem por desafio, através de atividades voltadas à educação estratégica. Essa metodologia é realidade em mais de 150 escolas no Brasil.

Por que seguir?

Leo está constantemente atualizando sua página do Facebook com textos acompanhados de imagens para a reflexão dos professores, pais e empreendedores, voltadas à definição de conceitos do autoconhecimento aplicáveis ao dia-a-dia e orientações profissionais.

Além disso, ele também escreve na coluna de Educação do portal UOL e participa de programas na rádio Jovem Pan. Dada a continuidade do seu trabalho essa é a segunda vez que ele aparece em nossa lista de indicações.

Gabriel Perissé

Foto: Facebook

Foto: Facebook

Gabriel escreve sobre formação docente, criatividade, linguagem e ética e formação de leitores e tem mais de 20 livros publicados, como “Ler, pensar e escrever” e “Elogio da leitura”. Possui bacharelado em letras e pós-doutorado em História e Filosofia e ministra palestras e minicursos na área de educação.

Com o dom da comunicação apurado, Perissé lota palestras em universidades independente do público alvo. Suas falas visam emponderar a formação docente e valorizar sua importância. Na sua página do Facebook ele disponibiliza essas palestras e divulga seus artigos em revistas. Por conta do seu carisma e enorme sucesso escolhemos mais uma vez cita-lo em nossa lista. É possível segui-lo nas redes sociais clicando aqui.

Homenagem: Içami Tiba

Brasil, São Paulo, SP. 17/11/2006. Içami Tiba, psiquiatra e escritor, autor do best-seller "Quem ama educa", em seu consultório na capital paulista. Tiba foi recentemente entrevistado para o programa "Perspectivas" sobre o comportamento prematuro dos adolescentes. - Crédito:MONALISA LINS/AE/AE/Codigo imagem:31689

Foto:MONALISA LINS/AE/AE/Codigo imagem:31689

 

Ano passado indicamos Içami em nossa lista,  infelizmente Tiba faleceu dia 02 de agosto de 2014, aos 74 anos. Suas obras e repertório online, no entanto, continuam servindo de referência a  pais, filhos, educadores, psicólogos, psiquiatras e psicopedagogos.

Com formação em medicina psiquiátrica, Içami era colunista de diversas revistas onde escrevia artigos sobre educação, ética e disciplica. Também como escritor, produziu diversos livros sobre educação familiar e escolar, como “Quem ama, educa!” e “Família de alta performance”.

Mantinha desde 2005 o programa semanal “Quem Ama Educa” na Rede Viva de Televisão e já ministrou 3.580 palestras nacionais e internacionais para escolas, empresas e Secretarias de Educação, segundo seu próprio site.

Por que conhecer o trabalho?

Com mais de 20 anos de experiência em Educação Familiar, Tiba escrevia e disponibilizava seus artigos em seu site e página do Facebook.

Seu conhecimento abrangia não só a área da educação, mas também da psiquiatria, o que torna seus textos ainda mais completos por tratar de questões comportamentais e de saúde, conhecimentos de extrema importância para profissionais da área escolar. Sua página no Facebook continua sendo atualizada pelos seus filhos, vale a pena conferir seu incrível repertório e obra.

O que você achou da lista? Já segue ou conhecia algum deles?