fbpx

De acordo com a BBC, a partir do Outono de 2016, os alunos de escolas primárias na Finlândia não terão que aprender caligrafia. Ao contrário, serão ensinadas habilidades de digitação, diz o relatório. “Habilidades de digitação Fluente são uma competência nacional importante”. Segundo a secretária do  Conselho Nacional de Educação Minna Harmanen, a alteração será uma grande mudança cultural pois a digitação é mais relevante para a vida cotidiana.

Existem algumas preocupações que o movimento poderia desfavorecer crianças que não tem um computador em casa, ou nas escolas onde não há computadores suficientes para todos. Mas muitas pessoas aprovaram a iniciativa. “Para a maioria dos professores está claro que letras maiúsculas e minúsculas podem ser distinguidas”, diz Susanna Huhta, vice-presidente da Associação de Professores de língua materna. No entanto, ela ressalta que a caligrafia ajuda as crianças a desenvolverem habilidades motoras finas e funções do cérebro, e sugere que aulas de caligrafia poderiam ser substituídas por artesanato e desenho.

E você? O que acha desta decisão da Finlândia?