fbpx

Um grande dilema enfrentado por educadores é estimular a criatividade dos alunos em sala de aula. O tempo limitado para a alta demanda de conteúdo, a necessidade de padronizar provas e manter a disciplina acaba tornando difícil a tarefa de instigar os alunos em atividades criativas.

É importante saber que a criatividade forma cidadãos mais comunicativos, que sabem se expressar melhor por conseguirem escolher as palavras certas em determinadas ocasiões, facilitando seus relacionamentos – inclusive no trabalho. Além disso, a confiança nas próprias ideias faz com que eles tenham mais coragem de colocá-las em prática. Pensando nisso, Shelley Carson (PhD da Universidade de Harvard) deu algumas recomendações sobre como introduzir criatividade no dia-a-dia dos alunos, mesmo com limitações de tempo e recursos.

Para ela, expor os alunos à material criativo, promover a curiosidade e fornecer uma atmosfera onde o esforço criativo é valorizado são pequenas maneiras de fazer a diferença.

Independente da matéria que seja ensinada, disponha de arte e música na sala de aula

Faça com que estas estejam periodicamente disponíveis aos alunos.Também deixe-os cientes de por que você escolheu aquele material. Outras formas de associar o conteúdo com a criatividade é incluindo posteres, produções teatrais e cinematográficas que se relacionem com o assunto.

Estimule o interesse dos alunos em trabalhos criativos com aulas de campo

Leve-os para um dia de aprendizagem diferente em museus, parques ou instituições. Alguns tours estão disponíveis on-line. Trabalhe nelas o olhar criativo. Por exemplo, antes de chegarem à alguma exposição de arte ou concerto musical, ensine-as sobre o artista e/ou obras em questão.

Faça perguntas instigantes durante a aula

Melhor do que apenas passar informação é ensinar métodos para que eles busquem a informação sozinho. Perguntas desafiadoras ajudam a salientar o instinto explorador dos alunos, de forma que eles compilem as informações juntos.

Curiosidade é sempre bom

Conduza a aula de forma que a curiosidade dos alunos seja endossada como uma atitude positiva, reforçando internamente neles a busca por conhecimento. Valorize suas ideias e dê parabéns públicos quando eles atingirem objetivos.

Permita falhas

Se o aluno produzir uma pergunta “errada”, ajude-os à pensar o que é possível  aprender a partir daquele erro. Encorajá-los a aprender com os erros é sempre melhor do que reprimí-los por isso.

Quais os artifícios usados na sua escola para estimular a criatividade nos alunos?