fbpx

A rede social LinkedIn tem um diferencial em relação à outras redes sociais. Para aqueles que não conhecem, o LinkedIn é a maior rede de network profissional na internet, usada por mais de 230 milhões de pessoaso ao redor do mundo.

Logo, a vantagem do LinkedIn é ser uma rede focada diretamente em interesses profissionais, sem pessoas compartilhando detalhes sobre seus cafés da manhã e fotos de gatinhos como no Facebook ou Twitter.

Para gestores escolares, é importante manter uma relação séria e à longo prazo com a comunidade escolar. Nesse contexto, vale muito a pena criar uma conta para a escola no LinkedIn.

Simon Hepburn, especialista em marketing escolar, desenvolveu quatro dicas que podem ajudar sua escola:

Como a escola pode fazer o melhor uso do LinkedIn?1427749904

1. Mantendo contato com ex-alunos

Professores, gestores e outros funcionários da escola sempre gostam de saber como está a vida de seus ex-alunos: o que eles estão fazendo, para onde está indo o retorno da educação investida neles, contratá-los como professores ou funcionários, dar exemplos de case de sucesso para inspirar os alunos de hoje – e quem sabe até voltarem para a escola para matricular seus próprios filhos!

Uma maneira simples de gerir esse processo é criando um grupo de ex-alunos no LinkedIn e convidar seus alunos já formados para participar. Um grupo “fechado” pode ser formado por qualquer um que seja membro do site há pelo menos sete dias:

  1. Clique em “Interesses”
  2. Clique em “Grupos”
  3. Clique em “Criar um Grupo”

Membros da escola podem ser adicionados como moderadores e os integrantes do grupo podem reatar amizades e fazer posts regularmente. Uma vez reunidos os ex-alunos, os diretores e moderadores do grupo podem postar novidades sobre a escola e divulgar eventos e ações de forma instigante, de forma que gere comentários e engajamento. Além disso, é um meio interessante dos próprios formados reencontrarem antigos amigos!

2. Fazendo network com pais e negócios locais que nem sempre estão

Como o LinkedIn é uma rede social profissional, a escola pode criar um grupo com os pais como no exemplo acima para conhecer o perfil dos pais que matriculam seus filhos naquela escola. Outra dica é criar contatos com as empresas e negócios da região, seguindo as páginas da companhia ou os próprios donos.

3. Ajudando seus alunos a criar currículos online

Ajudar os alunos a desenvolver relações profissionais pode ser muito útil para eles no futuro, quando forem para Universidades e precisarem enfrentar o mercado de trabalho. Uma tendência nas escolas do Reino Unido é encorajar a criação de perfis no LinkedIn para seus alunos a partir dos 16 anos, destacando suas competências para que eles se familiarizem com o mercado de trabalho através da rede social.

Os perfis do LinkedIn espelham a estrutura do Curriculum Vitae tradicional e permitem que o aluno siga universidades, empresas e indústrias de seu interesse, podendo um dia trabalhar ou estudar nelas no futuro.

4. Recrutando novos funcionários através da rede

Um dos maiores utilitários do LinkedIn é a contratação através dos perfis disponibilizados no site. A rede social dá acesso gratuito à uma rede global de network onde professores e outros profissionais da educação, muitas vezes com um diferencial de serem mais ligados à tecnologia e inovação justamente por valorizarem o poder das redes sociais.

Você pode pode divulgar vagas da seguinte maneira:

  1. Clique em “Conta e Configurações”
  2. Clique em “Anúncio de Vagas”
  3. Discorra sobre a vaga, descrevendo cargo, salário, setor, etc

Num pequeno teste, colocamos “Professor” no search do LinkedIn e foi possível identificar uma vasta quantidade de profissionais de educação disponíveis para contratação no LinkedIn!

Você gostou das dicas? Conte pra gente sua experiência com essa rede social! 🙂

Caso queira saber mais, temos um post com mais dicas sobre LinkedIn que você não pode deixar de conferir!